Notícias

ANZAC Day

O Monumento aos Mortos da Grande Guerra, na Avenida da Liberdade, foi palco, no domingo, 22 de abril, da cerimónia evocativa do centenário do ANZAC Day.

Um dia que é celebrado em 25 de abril na Austrália e na Nova Zelândia, para assinalar a batalha de Gallipoli (Turquia), em 1915, em que dezenas de milhares de soldados do ANZAC (Forças Armadas da Austrália e da Nova Zelândia) perderam as suas vidas na I Guerra Mundial. Atualmente, homenageiam-se também todos os militares australianos e neozelandeses que participaram em conflitos no mundo inteiro.

Durante a celebração, os milhares de militares não foram esquecidos. Exemplo disso foi a leitura da carta a lembrar o soldado Maurice Delpratt. Houve ainda lugar a várias leituras, intercaladas por interlúdios musicais, e após a deposição de coroas de flores junto ao monumento, seguiu-se um minuto de silêncio e o içar das bandeiras, terminando com o hino australiano.

Organizada pela Embaixada da Austrália e da Nova Zelândia em Lisboa, com o apoio da Freguesia de Santo António, estiveram presentes Peter Rayner, Embaixador da Austrália em Portugal, Mehmet Hasan Gögüs, Embaixador da Turquia em Portugal, Juliana Schmuke, a representante do Consulado da Nova Zelândia, além de diversas individualidades civis, militares e religiosas.

Introdução a cabo de John Fisher.
Peter Rayner, Embaixador da Austrália em Portugal.
Cerimónia na Av. da Liberdade.
Peter Rayner a receber a coroa de flores.
Peter Rayner, Embaixador da Austrália em Portugal, Mehmet Hasan Gögüs, Embaixador da Turquia em Portugal.
Coroa oferecida pela Freguesia de Santo António.
Representantes das Embaixadas.