Artigo

Protocolo com Academia Militar dá resposta a necessidades gimnodesportivas na Freguesia

protocolo_militar

Suprir a deficiência na necessidade de infraestruturas gimnodesportivas para os jovens da freguesia”, nas palavras de Vasco Morgado, é a principal resposta que este protocolo, assinado entre a Freguesia de Santo António e o Exército Português, através da Academia Militar – Campus de Lisboa, vem dar.

Para o presidente da Freguesia de Santo António, “esta parceria com a Academia Militar é, igualmente, uma forma de aproveitar positivamente um ativo de peso, que está inserido na nossa área geográfica”.

A abertura de portas do Campus de Lisboa é um dever importante, sobretudo, quando estamos inseridos no meio da sociedade civil”, reforça o Major-General Vera Borges, comandante da Academia Militar.

O protocolo contempla a utilização do pavilhão Gimnodesportivo da Academia Militar para atividades desportivas da Junta de Freguesia, como resposta social e uma forma de trabalhar para o bem comum da população, permitindo e incentivando a prática desportiva, em boas condições.

No entender de Vasco Morgado, é “ainda uma forma de permitir que a população mais jovem conheça o património, a história e a oferta da Academia Militar e, quem sabe, despertar interesse para, um futuro próximo, algum jovem vir a ingressar na vida militar”.