Notícias

Tronos de Santo António: o manter da tradição

A UACS – União de Associações de Comércio e Serviços de Lisboa em parceria com a Freguesia de Santo António, querem manter a tradição dos tronos de Santo António. O desafio é que a população possa fazer um trono e o entregue até dia 5 de junho.
A tradição dos Tronos de Santo António remonta ao século XVIII e pensasse que terá começado após o terramoto de 1755, quando a Igreja de Santo António ficou parcialmente destruída. Particularmente querido dos lisboetas, Santo António não podia ficar sem domicílio. Daí surgiu a necessidade de se pedir “um tostãozinho para o Santo António” e arrecadar fundos para reconstruir a igreja. Os tronos, que inicialmente eram réplicas mais ou menos fiéis do altar da Igreja de Santo António,  surgem de reuniões de muitos populares, nos pátios das suas casas, onde se reuniam para a construção dos tronos, com o apoio das coletividades dos bairros. Os concursos (promovidos também por jornais, como o Diário Popular) eram um incentivo para a comunidade trabalhar em prol do Trono mais espetacular.
A ideia é que possam ser exibidos numa exposição, entre os dias 8 e 22 de junho.