Notícias

Descobrir o Tivoli ao sabor do Fado

Desde o dia 4 de julho que as portas do Teatro Tivoli se abrem para receber uma visita guiada ao espaço – que é monumento nacional – e que culmina numa íntima degustação de Fado acompanhado de outros sabores, também eles, tão bons embaixadores de Portugal: o pastel de nata e o vinho do Porto.

Tasting Fado é o mais recente projeto da produtora UAU, que tem encantado portugueses e estrangeiros, e que se propõe desvendar as estórias por trás da história daquele que é o único teatro privado em Portugal com honras de monumento nacional.

Surgiu da ideia de dar a conhecer, a portugueses e estrangeiros, este teatro que tem uma história, de 94 anos, lindíssima e que as pessoas não conhecem apesar de passarem por ele todos os dias ou de o visitarem enquanto passeiam em pleno coração de Lisboa”, desvenda Paulo Dias, diretor do Teatro Tivoli BBVA.

Depois de se passear pelos corredores e salas do teatro, há um convite para permanecer mais um pouco para visitar a exposição sobre a história do Fado e onde se pode ver, entre outras curiosidades, um vestido da fadista Kátia Guerreiro; e ouvir o Fado pela voz de Rodrigo Costa Félix – o fadista residente que vai tendo convidados especiais que o ajudam a revisitar os mais icónicos fados.

Nos dias 4 e 7 de julho, os convidados do Tasting Fado foram os seniores da Freguesia de Santo António. Para Rosa Maria Belo, “foi um fantástico programa e um extraordinário espetáculo de Fado”. Confessando que, embora seja vizinha do teatro, “desconhecia por completo grande parte da história deste espaço”.

Este tipo de evento cultural, proporcionado pela Freguesia de Santo António, é visto com bons olhos por quem adere. “Ajuda-nos a sair de casa, ver coisas novas e a conviver e, nesse aspeto, o Presidente Vasco Morgado tem tido muita atenção para com os idosos e tem sempre programas que nos ajudam a combater as horas de maior solidão,” concretizou Rosa Maria Belo.

Tasting Fado é mais um dos programas de excelência que temos disponibilizado para os nossos fregueses seniores e que assumem duas vertentes importantes: proporcionar saídas culturais de forma gratuita, na maioria dos casos, a estes idosos combatendo assim a solidão a que muitos se remetem”, adiantou Vasco Morgado, presidente da Freguesia de Santo António.