Projectos Vários

Cheque Veterinário

– O que é?
A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV), em colaboração com várias entidades e instituições, lançou um programa de solidariedade veterinária, intitulado “Veterinários para a Sociedade – Vet Solidário”. Neste âmbito, foi criado o projecto-piloto “Cheque Veterinário”, que permite que animais de famílias carenciadas usufruam gratuitamente de tratamentos de vacinação, desparasitação e esterilização. Este projecto permite ainda fornecer apoio alimentar através de acções protocoladas com a cadeia de distribuição Modelo/Continente, tendo em vista a criação de um Banco de Ajuda de Alimentos para Animais OMV.
A Freguesia de Santo António faz parte das quatro freguesias que, juntamente com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, assinaram, em Fevereiro de 2014, este protocolo de solidariedade e apoio médico-veterinário com a ordem.

– Como funciona?
Às freguesias cabe seleccionar as famílias carenciadas, preencher os cheques, colocar o carimbo da Freguesia e marcar a consulta ou cirurgia junto dos centros de atendimento médico veterinário aderentes (CAMV). As freguesias têm de preencher uma folha de Excel onde registam os dados identificativos das famílias e dos animais referentes a cada cheque veterinário. Esta folha é posteriormente enviada para a Ordem dos Médicos Veterinários para que seja efectuado um cruzamento de dados com os fornecidos pelos CAMVs. O cheque é entregue ao médico veterinário pelo proprietário do animal, sendo assinado por ambos de forma a confirmar a realização dos tratamentos.

O cheque veterinário não é um verdadeiro cheque no sentido lato da palavra, mas sim um documento que é entregue pela Ordem dos Médicos Veterinários às freguesia. Existem dois tipos de cheques:

  • Cheque veterinário para centro de atendimento médico veterinário
  • Cheque veterinário de esterilização

– Cada família pode usufruir de tratamentos para 2 animais, num máximo de 2 cheques veterinários por animal, num total de 4 cheques.
– Os donos cujos animais são submetidos aos tratamentos de vacinação/desparasitação recebem ainda os alimentos angariados.
– O protocolo vincula que são as freguesia a financiar os custos dos tratamentos para além dos acordados no projecto*, assim como da vacinação Anti- Rábica e da colocação de microchip.
– As freguesias providenciam também gratuitamente o licenciamento destes animais.

*Os tratamentos vinculados no protocolo são: vacinação para Leucopénia, Corisa ou Parvovirose, Esgana e Hepatite; desparasitação interna e externa.

– Qual é o objectivo?
Este projecto-piloto da Ordem dos Médicos Veterinários, em parceria com vária freguesia e instituições, quer promover a saúde e bem-estar dos animais de famílias em situação de vulnerabilidade económica, idosos ou pessoas sem-abrigo. Os cuidados médico-veterinários são taxados a um IVA de 23%, constituindo custos não passíveis de ser suportados por muitos proprietários dos animais.
Os cuidados prestados pelos médicos veterinários são essenciais para garantir o bem-estar, protecção e saúde do animal, assim como a própria saúde pública.

jfsa_parceiro_vet_facebook_070414