O presidente Vasco Morgado juntamente com a arquiteta Raquel Alho visitaram as obras de requalificação do Jardim Marcelino Mesquita (Jardim das Amoreiras).
Os dois discutiram temas como o conceito do projeto que terá uma “ligação” do jardim ao aqueduto e que será baseado num desenho estilizado da passagem de água formando uma corrente de água.



“A água é assim o elemento que serve de base ao conceito de intervenção na requalificação dojardim, penetrando pelo jardim em forma de manchas de plantação, como uma corrente continua de passagem de água”, disse a arquiteta.

Relativamente à plantação o Jardim das Amoreiras irá conter cerca de 13.550 unidades de plantas de sol, de meia sombra e de sombra plantas como, Liriope, Coprosma, Cyca, Berberies, Clorophytum, entre outros. 

“As plantas foram escolhidas tendo em conta que o jardim na sua maioria está à sombra. Para que não houvesse grande monotonia e para que conseguíssemos transmitir sensações diferentes ao longo das épocas do ano, tivemos em conta uma diversidade de plantas.” Explica a arquiteta no que diz respeito à plantação no Jardim das Amoreiras.

Nesta mesma visita o presidente recebeu cumprimentos de fregueses, que se mostraram satisfeitos com esta obra já solicitada há muito tempo. Vasco Morgado apenas lamenta a falta de civismo de algumas pessoas com animais de estimação que têm invadido os canteiros que estão a ser requalificados. Deixando por isso um apelo a todos os fregueses para ajudarem a melhorar a Freguesia de Santo António.

Conheça aqui a planta do projeto.