A confecionar comida tradicional portuguesa desde 1925...

É na Rua da Conceição da Glória, nº21 que encontramos As Velhas, um restaurante com pratos de origem minhota, que tem resistido ao teste do tempo e continua a servir comida tradicional portuguesa.

Cozinheiras provenientes do Minho, já com certa idade, fundaram esta casa de pasto em 1925 – batizada como a Casa d’As Velhas. Aqui cozinhavam e serviam os estufados e os guisados em mesas corridas aos trabalhadores de Lisboa, envergando lenços pretos. Mais tarde, nos anos 40, seria Manuel Gonçalves, que daria mais vida a este espaço. O restaurante passou a figurar em jornais e revistas e tocava-se música, numa época em que a zona ganhava cada vez mais a fama de vida boémia, potenciada pela proximidade do Parque Mayer.

Manuel Gonçalves acabaria por comprar o restaurante e passá-lo ao filho, José Gonçalves, atual proprietário do espaço juntamente com a sua mulher, Guadalupe Valverde.

“Há cerca de 28 anos, eu e o meu marido começámos a estar por aqui e mantemos a essência do restaurante – muitas vezes contra a opinião de muitos, que diziam que devíamos fazer pratos mais modernos. Tudo o que sabemos deve-se ao facto de termos trabalhado ao lado do meu sogro”, afirma Guadalupe Valverde.

Na ementa, tal como em 1925, manteve-se a “comida simples, portuguesa” e que, assegura Guadalupe, delícia “tanto portugueses como estrangeiros”. O bacalhau à minhota, prato estrela da casa, continua a figurar no menu, juntamente com a carne de porco à alentejana, as amêijoas à bulhão pato e os peixinhos da horta.

Dos clientes fazem parte portugueses, frequentadores “de longa data e que já são família da casa”, mas principalmente estrangeiros, que não perdem a oportunidade de comer aqui os pratos tradicionais portugueses.

Mais do que a atenção na confeção dos pratos e do serviço ao cliente, ambos os proprietários frisam a importância da relação com os fornecedores. “Tudo isto exige o controlo apertado da carne, do peixe, dos legumes que nos chegam. Ter depois uma boa cozinheira atenta ao detalhe, ao pormenor e com uma boa mão para todos os cozinhados. Toda essa preparação para mim é vital. Mas depois tudo isto só fica bom se for servido com um sorriso nos lábios”, acrescenta José Gonçalves.

Um restaurante com muita tradição, por isso em 2017 obteve a distinção “Loja com História”, atribuída pela Câmara Municipal de Lisboa (CML), reconhecendo-o como património imaterial da cidade. Tem sido também um espaço escolhido para acolher eventos de homenagem a personalidades portuguesas.

Aberto de segunda a quinta-feira, das 12h15-15h e das 19h-22h15. Às sextas-feiras das 12h15-15h e das 19h-22h30. Aos sábados, das 19h00 às 22h30.

Contactos: 21 342 2490 | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.