A pandemia por Covid-19 que o país e o mundo enfrentam trouxe inúmeros desafios para as famílias.
 
As crianças, que de uma forma geral se adaptam facilmente a mudanças, começam a sentir cada vez mais dificuldades em acompanhar as aulas à distância. Nesse sentido, considerámos necessário criar recursos que permitam um apoio efetivo aos alunos que precisam de um reforço nas aprendizagens.
 
Uma vez que as aulas à distância condicionam o processo de ensino e aprendizagem a vários níveis, a Freguesia de Santo António, em Lisboa, delineou um Projeto Educativo para dar resposta às fragilidades sentidas pelos alunos.

“Cada criança e jovem aprende de forma diferente e, por vezes, um apoio extra é o suficiente para fintar a desigualdade”, afirma Vasco Morgado, presidente da Junta de Freguesia de Santo António.

Este Projeto assume-se sob a forma de um apoio educativo extracurricular, que será ministrado por professores qualificados nas áreas de Português, Matemática e outras disciplinas que os diretores de turma apontem como necessárias para os alunos.

O projeto será aplicado de forma não presencial e é dirigido aos alunos da Freguesia de Santo António que frequentam o 1.º, 2.º e 3.º ciclos para que possam ter um apoio personalizado e adequado às suas necessidades escolares.

O principal objetivo passa por mitigar as consequências da interrupção do ensino presencial e, mais do que isso, garantir que os jovens da freguesia têm todas as condições necessárias para aprender de forma segura.