Neste dia Mundial do Ambiente, a Freguesia de Santo António relembra a Carta de Princípios Ambientais que estabelece os princípios e normas que constituem as linhas orientadoras do compromisso de criar um ambiente e um futuro cada vez mais sustentável.

 

VISÃO E DESAFIOS

Os desafios ambientais requerem uma resposta global, onde o poder local desempenha um papel fundamental para a implementação de políticas e práticas sustentáveis.

Abordar os desafios da sustentabilidade significa envolver todos os agentes, nomeadamente no poder local, através das suas políticas de proximidade e representatividade. Estes agentes são um elemento essencial na implementação junto da comunidade de estratégias para a proteção do verde, gestão da água, redução de emissão de gases e consumo de energias, promoção de formas de reduzir, reciclar e reutilizar e ainda de uma melhor gestão de resíduos.

A pressão turística, o crescimento populacional, a urbanização e a poluição caracterizam hoje os centros urbanos. Tudo isto contribui para a perda da biodiversidade nas cidades, tornando a proteção do verde um desafio.

Ao tratar-se de um dos recursos naturais mais importantes, a gestão da água é essencial.

É fundamental melhorar e preservar as condições deste recurso em benefício das gerações atuais e futuras.

A redução de emissão de gases e do consumo de energias não renováveis trarão mais benefícios para a saúde pública.

O crescimento da população e da atividade económica tem um efeito direto na quantidade de resíduos produzidos nas grandes cidades. Torna-se hoje imperativo promover formas de reduzir, reciclar e reutilizar, reinventando formas de reaproveitar bens e materiais, planeando e pensando em políticas de aquisição, introduzindo o conceito de economia circular e promovendo a economia que envolva entidades ambientalmente responsáveis.

A gestão de resíduos passa pela redução dos resíduos que produzimos e não só pela sua reciclagem, reutilização e gestão de tratamento. A Freguesia de Santo António compromete-se assim com a promoção de boas práticas de eliminação de resíduos, adequada para a utilização de desperdícios e maximização de reutilização. Para isso, é importante informar a comunidade sobre os impactos ambientais da excessiva produção e sobre as práticas corretas de tratamento de resíduos.

 

OBJETIVOS

Demonstrar o compromisso da Freguesia de Santo António com a sustentabilidade, orientando o processo decisório a todos os níveis da estrutura:

  • Melhorar o desempenho ambiental através da implementação de boas práticas;
  • Integrar as boas práticas de sustentabilidade nos processos internos, do planeamento à execução da atividade;
  • Adaptar a instituição aos desafios impostos pelas alterações climáticas;
  • Proteger o ambiente e a biodiversidade;
  • Apoiar e incentivar todos os agentes internos e externos a adaptar práticas sustentáveis, promovendo estes princípios ambientais, com destaque para a criação de uma rede colaborativa de autarquias ambientalmente responsáveis.

 

OS QUATRO GRANDES PRINCÍPIOS

  • ALTERAÇÃO CLIMÁTICA E ENERGIA

A Freguesia assume o compromisso de reduzir o consumo das energias e a emissão de gases, mantendo os seus serviços à comunidade, apoiando e incentivando a economia local através de meios para:

- Potencializar a eficiência energética;

- Aumentar a utilização de fontes de energia renováveis e de tecnologias inovadoras e mais limpas;

- Gestão do consumo de eletricidade;

- Redução da pegada ecológica;

- Aposta em veículos e equipamentos mais ecológicos e sustentáveis.