Notícias

Férias da Páscoa 2018

As duas semanas de programação da Ocupação de Tempos Livres (OTL) – Férias da Páscoa da Freguesia de Santo António, já fazem parte da organização familiar dos nossos fregueses. Que após receção, via email do programa de atividades, entre os dias 26 de março a 6 de abril, confessam uma satisfação total.

“Ficámos muitos satisfeitos pela variedade cultural e por poderem proporcionar este tipo de oferta que muitas vezes os pais não têm tempo para lhes proporcionar. Atividades muito giras, originais e diversas”. Confessa Inês Melo, mãe do Afonso Freitas que em todas as interrupções letivas, conta com estes programas, por parte da freguesia, na sua organização familiar. “Já que o número de dias de férias é claramente inferior às interrupções letivas e têm uma relação Qualidade-Proximidade-Preço muito boa”. Acrescentando ainda que estes programas permitem “conciliar a disponibilidade (férias escolares) dos filhos com atividades de enriquecimento pessoal e cultural, em vez de estarem em casa, e naturalmente ligados a atividades mais pobres como tv ou jogos individuais”.

Para o Afonso, de sete anos, a atividade do primeiro dia, no Adventure Park, onde todas as crianças e jovens fizeram arborismo, foi a que mais gostou por ter sido novidade para si. Já para a Benedita Pereira e João Pedro Bleck as atividades que “deram origem a mais conversa em casa foram o LaserTag e a exposição dos Angry Birds (Pavilhão do Conhecimento). Mas gostaram também de me mostrar onde é a Sinagoga”. Quem o afirma é a mãe que, apesar das crianças chegarem a casa cansadas, “sentem que conheceram coisas novas, que andaram pela cidade onde vivem todos os dias e viram coisas que nunca tinham visto”. Acabando por representar, para Maria Pereira, uma forma “didática, variada e diferente de aprendizagem”.

Ao longo de duas semanas as cerca de 40 crianças tiveram a oportunidade de conhecer a forma como os judeus vivem a sua religião com a visita à Sinagoga de Lisboa. Em contraponto com a vivência dos muçulmanos na Mesquita Central de Lisboa bem como dos católicos na visita à Sé de Lisboa. Tempo ainda para viver uma experiência a 80 metros de altura com a subida ao Pilar 7 – Centro Interpretativo da Ponte 25 de Abril. Para noutro dia descer às profundezas do Metro de Lisboa e conhecer as histórias que as várias estações escondem. Destaque ainda para as visitas ao Teatro Nacional de São Carlos (Dia Mundial do Teatro), aos Paços do Concelho, ao Centro Cultural de Belém (CCB) com a Coleção Berardo, ao Mosteiro dos Jerónimos, à Exposição de José Guimarães (Fundação Oriente), ao Museu do Desporto e ao Museu da Presidência da República. E o que seriam de umas férias da Páscoa sem a tradicional caça aos ovos, neste caso no Museu da Carris.